Entre 2008, com a estreia de Demetrius Dante (DD para os íntimos) no zine Subterrâneo, até abril de 2017, foram criadas 14 histórias. A primeira foi Sempre Cobre Adiantado numa trama junto com o Jacaré do Tietê, com roteiro e arte de minha autoria.

Na sequência produzi HQs de apenas uma página, que mostravam o detetive do absurdo encontrando-se com vários personagens do mundo dos quadrinhos, foi assim, até 2012 quando o fanzine encerrou-se.

A última página publicada no Subterrâneo deu um ‘‘gancho’’ para a primeira história inédita publicada no site do Petisco A Divina Comédia de Demetrius, escrita e desenhada por mim (que está disponível no Social Comics e pode ser adquirida por aqui).
No
site do Petisco estão disponibilizadas mais algumas histórias do DD, incluindo a HQ
As Sete Vidas do Gato.

Demetrius apareceu também no segundo número da revista do Sideralman em Zombie Walk escrita por Cadu Simões e desenhada por Laudo Ferreira. Já, Cães Selvagens com roteiro de Felipe Meyer e desenhos meus, fez parte da coletânea Petisco Apresenta volume 1. Com roteiro de Lillo Parra, desenhei a HQ Apenas Um Segundo, protagonizada por Cassandra Dante, a irmã do DD, que foi publicada na coletânea Máquina Zero volume 1.

No primeiro gibi do personagem, lançado em 2014, figuraram as HQs: 13 Fantasmas, com roteiro de Alex Mir; Eu, Minha Irmã e Nossas Cópias, de Mônica Lan, comigo desenhando; uma página inédita dos ‘‘famosos encontros’’ de autoria de Cadu Simões e O Nhóqui da Sorte com texto e arte de minha autoria.

Sei que o universo de Demetrius Dante ainda tem muuuuiittttoo a ser explorado, afinal, inúmeras histórias povoam a minha e a imaginação de todos que escrevem para ele...
A Caixa de Pandora está só entreaberta… a viagem continua.


WILL
abril/2017

Quem é o Sideralman?


Como criação, o personagem nasceu casualmente em 2001, aparecendo inicialmente no site ZineVirtual, e posteriormente mudando dos pixels para o impresso no fanzine Subterrâneo, sendo publicado até a edição nº24 (2008).


Por um tempo, Sideralman sofreu de amnésia, o que atrapalhou muito sua vida, mas aos poucos tem se recuperado. Embora, ele ainda não reconheça a verdadeira extensão de seus poderes.


Seu maior inimigo é o Professor Cérebro, gênio do crime e cientista louco. Responsável pela prisão do amor da sua vida numa câmara criogênica, que ao ser libertada descobriu ter poderes psíquicos e se transformou na Garota Mental.


Sideralman tem duas revistas solos publicadas em 2006 e 2009 (esgotadas) e desde 2014 vem somando no mesmo universo com o Homem-Grilo, criação de Cadu Simões.

A revista Homem-Grilo & Sideralman número 1, pode ser adquirida na Loja do Petisco.


Estas aventuras também podem ser acompanhadas no Petisco:

http://homemgrilo.com/2014/04/sem-violencia-capa/


http://homemgrilo.com/2014/07/sideralman-contra-o-monstro-horripilante-gigante-cheio-de-tentaculos-vindo-de-outra-dimensao-capa/

O Louco, a Caixa e o Homem,
com roteiro de Daniel Esteves e desenhos de Will, publicação independente ganhadora do Troféu HQMIX (2012).

Outro dia estava um rapaz indo para uma festa.
Quando foi parado na rua por uma figura estranha.
A figura carregava consigo apenas uma caixa. O tal do rapaz primeiro sentiu certa piedade da figura. Talvez um pouco de receio, pois não podemos confiar em ninguém, certo?
Até que uma conversa teve início:

-“Com licença, saberia me informar para onde estou indo?

Essa é a premissa e o início desta inusitada história em quadrinhos, uma história sobre loucura e amizade numa ambientação steampunk.

Nota: atualmente a versão impressa encontra-se esgotada.